sábado, 28 de junho de 2008

Demonia - Oroboros ou Ouroboros

Desenho de Theodoros Pelecanos, in alchemical tract titled Synosius (1478).



O eterno recomeçar.


Símbolo representado por uma serpente, ou um dragão, que morde a própria cauda. Em círculo e por vezes na forma de oito; representando a eternidade ou o eterno recomeço.

Oroboros ou Ouroboros na Wikipedia.

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Demonia - Pontianak

Pontianak ou Kuntilanak (também conhecida na Indonesia, pelo diminuitivo "kunti") é um tipo de vampiro na cultura popular malaia, similar à Langsuir.

Segundo a cultura popular e rural de algumas regiões da indonésia, uma pontianak, é uma mulher que morreu durante o parto, tornando-se num fantasma que procura vingança e aterroriza as aldeias.
Acreditam que durante o dia o espírito "kunti" vive nas bananeiras. A aparição de uma pontianak é acompanhado pelo forte cheiro de frangipani (outro nome das flores da Plumeria)

“Perempuan Mati Beranak” - Procuro a tradução. Alguém pode ajudar?



Alguns vídeos que ilustram a crença nas Pontianak nos dias de hoje ------>



Demonia - Acherontia Lachesis

As flores da àrvore Plumeria aumentam o seu cheiro de noite para atraírem as borboletas nocturnas, sobretudo as Acherontia Lachesis.

As flores de Plumeria não têm nectar e só assim, enganando as polinizadoras conseguem a fertilização.

A essência de Plumeria é associada na cultura popular malaia com o vampiro pontianak.

Situ - Beersel




O castelo de Beersel fui construído em por volta de 1300. Pela mesma época dos castelos de Zittert e de Gaasbeek. Muitas histórias há para contar sobre este pequeno castelo. Na primeira década do século XVII foram construídos os telhados.

Fantasia:
Peter Cornelius chegava da sua viagem com uma criança ao colo. Estava desesperado porque não sabia onde estaria Constance. Hesitou... Talvez, devesse pedir abrigo. Viu que o castelo tinha pequenas obras na torre Norte. Não parecia um castelo perigoso... E, o miúdo precisava de leite! A noite estava fria. Olhou para o corvo. Não levantou voo...

- "Vou entrar!"






quinta-feira, 26 de junho de 2008

Situ - Salses

Castelo de Salses, construído em 1497, pelo arquitecto Ramirez.



Foi conquistado pelos franceses em 1639 obrigando assim os catalões a ingressarem nos tercios espanhois e a lutarem pela defesa da fronteira com a França.

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Personalia * Christian Van den Bosch


Christian Van den Bosch, personagem de ficção do "1617" volta a estar presente no "1621". Amigo de Peter Cornelius ajuda-o na viagem e a tomar conta da criança (Miguel Molan).
Nasceu em Bruges por volta de 1549. Foi educado pelos pais até aos doze anos e entregue como pagem a D. Luís de Quijada que o levou para a Alemanha ao serviço de D. Carlos V. Conheceu "Jeromin" que mais tarde seria D. Juan de Áustria. Viveram juntos em Villagarcía de Campos, perto de Valladolid no castelo do senhor de Quijada. Ambos foram educados por Doña Magdalena de Ulloa. Separados na adolescência voltaram a encontrar-se na guerra contra os turcos.
Atravessou os Alpes em 1567 num dos tercios do Duque de Alba, esteve na batalha de Lepanto em 1571, Mook em 1574 e indignou-se com o saque de Antuérpia em 1576. Afastou-se então dos campos de batalha e começou a trabalhar como informador de D. Alejandro Farnesio.
Em 1679, ano da morte de D. Juan de Austria, estáva em Bruxelas ao serviço dos Austrias como espião dos movimentos de Guilherme de Orange. É por essa altura enviado por Farnésio a Madrid, uma aventura que envolvia o nome de D. Ana de Áustria e do Frei Agostinho Miguel dos Santos. Uma intriga de corte que o ultrapassa e o obriga a fugir para não morrer enforcado ou ir parar às galés.
A Flandres católica também não era lugar seguro para ele e partiu para os territórios protestantes onde foi forçado a entrar para um exército mercenário da casa de Orange. É nesta confusão que antecede a União de Utrecht que tem a oportunidade de embarcar em Vlissingen para as Índias Orientais.
Encontrou-se com Peter em 1610 e em Janeiro de 1615 em Jakatra, com cerca de setenta anos de idade, decide regressar à sua terra natal e, acompanha Peter Cornelius na sua viagem a Goa.
Parte só com uma dúvida: se a sua terra natal é em Espanha ou na Flandres.
As aventuras em Goa, sobretudo as de saias, acabam por lhe causar dissabores. Guzman, outra personagem do referido romance e que protagoniza o papel de chefe da polícia, facilmente consegue que o desgraçado seja preso pela Inquisição como herege. É Peter, com a ajuda dos Maratas que o libertará. Fogem para Cochim e daí continuarão viagem a bordo de um navio fretado pelas gentes de nação.

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Situ - Nice

Nice na Wikipedia

Como chegam à pirâmide de Falicon, ou gruta de Ratapignata?

Situ - Genova

Genova na Wikipedia

Decidir se partem de Genova ou de Nice.

Situ - Arlon

Arlon na Wikipedia

Passagem de Cornelius e Vanden Bosch

Situ - Leiden

Leiden na Wikipedia

Relacionar Erpenius entre Cornelius e Grocius (procurar datas em que Moses Palache estudou em Leiden)

Deum - Mithras




Culto romano do deus Mithras


O nome Mithras foi adoptado por soldados Romanos entre o primeiro e o quarto centenário AD, e é a figura central de uma antiga religião persa. Foi difundido em todo o Império Romano.


Relacionar com a gruta de Ratapignata - por desenvolver.




Mithraeum:


O espaço de culto do Mitaísmo era organizado como uma "imagem do Universo". Os Mithrae são geralmente em espaços fechados, caves construídas ou naturais. Geralmente encontram-se debaixo de outras construções, como é o caso da gruta de Ratapignata.



Os espaços previam trinta a quarenta pessoas. A sua maioria têm bancos laterais o que pode levar à ideia de haver espaço para uma mesa no meio.



Rituais:


Não existem descrições dos rituais em número suficiente para se poder afirmar um padrão. Pode-se considerar que os rituais mudavam geograficamente. Seguindo o contexto iconográfico, parece existir uma relação entre os solistícios. A alma atravessaria o universo numa pré-existência, nascimento, e para lá do corpo físico, para uma vida depois da morte.



Havia sete graus, os primeiros quatro eram de progresso espiritual:



Corax
Nymphus
Miles
Leo



Os últimos três já seriam graus de "iniciados":


Perses
Heliodromus
Pater







Mais informação em inglês na Wikipedia.


O solstício de Inverno e o Natal:


Em várias culturas ancestrais à volta do globo, o solstício de inverno era festejado com comemorações que deram origem a vários costumes hoje relacionados com o Natal da religião cristã. O solstício de inverno, o menor dia do ano, a partir de quando a duração do dia começa a crescer, simbolizava o início da vitória da luz sobre a escuridão. Festas pagãs das mitologias persa e indú referenciavam as divindidades de Mitra como um símbolo do "Sol Vencedor", marcada pelo solstício de inverno. A cultura do império romano incorporou a comemoração dessa divindade através do Sol Invictus. Com o fortalecimento da religião cristã, a data em que se comemorava as festas pagãs do "Sol Vencedor" passaram referenciar o Natal através da comemoração do nascimento de Jesus Cristo, sem vínculos diretos com as antigas festas pagãs.

Situ - Ratapignata

A pirâmide de Falicon foi uma grande surpresa nesta viagem. Tinha apenas pensado no seu aspecto exterior e não estava à espera que houvesse uma entrada lateral, que dá acesso a uma gruta conhecida como Ratapignata e que gerou discussões sobre as suas utilizações no passado.

Procuro, agora, mais informação sobre a Deusa Mithras e sobre os soldados do Império Romano que viveram na região.

Foto por identificar o autor e a data. Alguém sabe?

Patrick, neto do arqueólogo John Ward-Perkins, fotografado em 1996 junto à pirâmide, a olhar para a entrada da gruta de Ratapignata.


Pedro Vasconcelos na mesma entrada em Maio de 2008.


Pedro Vasconcelos no topo da pirâmide indicando o que falta do vértice.



Recorte de jornal Nice-Matin sobre a pirâmide de Falicon


Maqueta do Túmulo de Arinefer e Nakthymin. A fotografia é de má qualidade mas dá para ver que se trata de duas pirâmides pequenas que estão por cima de uma cripta com dois túmulos. Foi descoberta em 1922 durante as escavações francesas na necrópole de Deir el-Medina. Não resisto a especular que a pirâmide de Falicon tem dimensões idênticas e que a gruta natural que está por baixo dela poderia ter sido palco de cultos e cerimónias religiosas.

Opiniões de :

Xavier Buccalo

Philip Coppens

Personalia - Nicolas Flamel




Nicolas Flamel (traditionally c. 1330 – 1418)
Mais informação em Wikipedia

Situ - Al Badi


Al Badi palácio de Ahmed Al-Mansour da dinastia Sádida em Marraquexe construído entre 1578 e 1602.
Túmulo dos Sádidas.
Ahamed era pai de Zidan Abu Maali. Durante a guerra civil, foi perdida a biblioteca do palácio. Levada para Safi, foi embarcada no “Notre Dame de la Garde”, um barco de Marselha, o qual foi apresado pela frota de Fajardo. Em Espanha a biblioteca acabou por ser transportada para El Escorial, onde a maioria dos livros ainda se encontra (dos cerca de três mil apresados um pouco mais de mil arderam num incêncio dos finais di séc. XVII).
Al Coran de Zidan, feito em vida (Rab'ia 1008 H) de Ahamed al-Mansour (morreu a 16 Rabia I 1012 H - AD 1603)
Al Badi na Wiki
Livro a procurar: Chantal de La Véronne, Histoire Sommaire des Sa'Diens au Maroc.
Outros dados em Panoramio no Google Earth
Mãe de Ahmed chamava-se Lella Messauda, irmão de Zidan chamava-se Leila ou Lela Safi.
Lella significa senhora
H=Hégira: marca a partida do Profeta Mahomet, de Meca para Medina, a 15 de Julho de 622 Ad.
Conversor de calendários com explicação do seu funcionamento.


Situ - Loevenstein


Perto do castelo de Loevenstein fica Woudrichem, uma pequena vila fortificada que defendia o rio Maas.

Demonia - Lamia e ninfas pré-rafaelitas

The Lamia (painting by Herbert James Draper, 1909)

























John William Waterhouse (6 de abril de 1849 a 10 de fevereiro de 1917) foi um pintor neo-clássico e Pré-Rafaelita do Reino Unido, os seus quadros representam personagens femininas da mitologia e da literatura.


Lamias e ninfas.... John Collier também trabalhou o tema e tem um quadro de uma ninfa que ficou famoso:


Ninfa por John Collier




Demonia - Lamia Séc. XVII
























Lamia - procuro a origem desta gravura. Alguém sabe?
Referência a Robert Burton por Micha F. Lindemans na ficha sobre as Lamia.

Personalia - Michael Servetus


Michael Servetus (1511 - 1553)


anima ipsa est sanguis


Morreu em fogueira calvinista em Genebra por heresia.


Personalia - D. Fernando de Lannoy

D. Fernando de Lannoy (procuro datas de nascimento e morte)
filho de Carlos de Lannoy - Vice-Rei de Nápoles

(procuro imagem dele)

Há referência nos Arquivos da Casa de Orange

Há referência na Histoire du Comté de Gruyère :